29 de setembro de 2022

Mais da metade das empresas globais enfrentam exposição ao risco cibernético

Pesquisa da Trend Micro revela aumento na complexidade dos ataques e na sensação de insegurança

São Paulo, agosto de 2022 – A Trend Micro, líder mundial em soluções de cibersegurança, revelou que 54% das organizações globais sentem que suas avaliações de risco cibernético não são suficientemente sofisticadas, deixando-as vulneráveis a ransomware, phishing, IoT e outras ameaças.

O estudo global realizado pela Sapio Research revelou, ainda, que muitas organizações estão mapeando manualmente suas superfícies de ataque (28%) e 32% têm dificuldades para lidar com várias pilhas de tecnologia. Isso pode explicar por que apenas 40% delas são capazes de detalhar, com precisão, qualquer um dos seguintes pontos, levando em conta a avaliação de risco:

  • Níveis de risco de ativos individuais;
  • Frequência de tentativas de ataque;
  • Tendências de tentativa de invasão;
  • Impacto de uma violação em qualquer área específica;
  • Referências do setor;
  • Planos de ação para prevenção de vulnerabilidades específicas.

“Já sabíamos da preocupação das organizações com a expansão da superfície de ataque digital e as lacunas de visibilidade. Agora sabemos que elas também precisam de ajuda, urgente, para descobrir e gerenciar o risco cibernético nesse ambiente. Em muitos casos, o desafio é agravado por soluções pontuais em silos. As organizações devem possuir uma plataforma unificada, que lhes dê a certeza e a segurança de que necessitam”, destaca Bharat Mistry, diretor Técnico da Trend Micro.

Cerca de um terço dos profissionais da área de TI e negócios ouvidos apontou a avaliação de risco como a principal área de gerenciamento de superfície de ataque. Como resultado, mais de 80% acreditam que estão expostos a ataques de ransomware, phishing e IoT.

A incapacidade das organizações de avaliar com precisão o risco da superfície de ataque também mantém os líderes de negócios no escuro. Mais da metade dos entrevistados lutam para quantificar a exposição ao risco para a liderança e apenas 3% acreditam que seu C-Level entende totalmente o risco cibernético. Fica evidente que há aqui uma oportunidade para as organizações aproveitarem a experiência de terceiros.

Dois quintos (39%) dos tomadores de decisão já investiram em uma abordagem baseada em plataforma para o gerenciamento de superfície de ataque, enquanto metade (50%) declarou que gostaria de fazer o mesmo. Entre as vantagens mais citadas por aqueles que já fizeram a mudança estão: visibilidade aprimorada (38%), detecção de violação mais rápida (35%) e resposta acelerada (34%).

Para ler o relatório completo da pesquisa realizada pela Sapio Research, clique AQUI.

A pesquisa da Sapio Research, realizada em abril de 2022 sob encomenda da Trend Micro, ouviu, ao todo, 6.297 tomadores de decisão (3.138 tomadores de decisão de TI e 3.159 tomadores de decisão de negócios) em 29 países: Reino Unido, Bélgica, República Tcheca, Holanda, Espanha, Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca, França, Alemanha, Suíça, Áustria, EUA, Itália, Canadá, Taiwan, Japão, Cingapura, Austrália, Índia, Polônia, Hong Kong, Malásia, Filipinas, Indonésia, México, Colômbia, Chile.


Sobre a Trend Micro

A Trend Micro, líder global em cibersegurança, ajuda a tornar o mundo mais seguro quando o assunto é troca de informações digitais. Com décadas de experiência em segurança da informação, pesquisa global de ameaças e inovação contínua, a Trend Micro protege centenas de milhares de organizações e milhões de indivíduos com soluções para redes, dispositivos, sistemas em nuvem e endpoints. As plataformas da Trend Micro oferecem uma gama poderosa de técnicas avançadas de defesa contra ameaças otimizadas para ambientes Google, Microsoft e Amazon, possibilitando respostas mais rápidas e efetivas aos riscos cibernéticos. Com 7.000 colaboradores em 65 países, a Trend Micro permite que as organizações protejam e simplifiquem o seu mundo conectado.