7 de dezembro de 2022

Como evitar o ChargeBack?

Um chargeback acontece quando um cliente procura recuperar seu dinheiro e vai diretamente à instituição financeira que emitiu seu cartão de crédito ou débito, ao invés de fazer tal solicitação de reembolso da empresa onde a compra foi feita. 

Mas se tem uma empresa de outsourcing de impressão e está curioso para saber como evitá-lo, é só continuar lendo nosso texto!

Mais sobre chargeback

Os chargebacks existem por um bom motivo, ou seja, eles se destinam a proteger os usuários de cartão de crédito contra fraudes. São oferecidos aos clientes um processo rápido e fácil para contestar cobranças questionáveis.

Mas a mesma coisa que torna o procedimento bom para os clientes, também pode torná-lo desafiador para as empresas. O processo é tão fácil que, às vezes, os clientes solicitam um chargeback quando a fraude não ocorreu.

Existem todos os tipos de cenários possíveis, como se pudesse escolher um porta de aço dentre várias. Pode ser que eles não tenham gostado do seu produto. Ou pensado que algo estava diferente daquilo visto quando escolheram online. Há muitas explicações possíveis e nem todas são tão obscuras assim.

Quando ocorre um chargeback, há um processo de apelação. Sua empresa terá que provar que forneceu o produto ou serviço em questão e isso pode levar meses para ser resolvido.

Na verdade, a apelação pode custar mais do que o produto ou serviço original valia.

Por que é importante evitar chargeback

A desvantagem disso é óbvia: elas custam dinheiro.

Se você contestar um chargeback e não ganhar, perderá o dinheiro que o cliente pagou originalmente pelo seu produto ou serviço, que pode ser até algo muito específico como discos de corte

Além disso, as taxas adicionais de seu fornecedor podem se somar para cobrir o trabalho extra para investigar e resolver o problema.

Além do lucro perdido, muitas disputas de crédito também podem prejudicar a reputação do seu negócio. Sua taxa de chargeback é uma métrica importante que as empresas de serviços financeiros monitoram com todo cuidado. Ela desempenha um papel significativo na decisão de emprestar fundos ou lidar com o processamento de pagamentos. E com os e-commerces se popularizando dia após dia, tudo isso tem se intensificado.

A taxa de estorno deve ser equivalente a uma medida da porcentagem das transações totais que acionaram a devolução. O limite padrão de aceitabilidade é de 1%.

Se sua taxa de estorno for superior a 1%, seus provedores de serviços financeiros poderão encerrar sua conta. Isso o forçaria a abrir novas contas, o que seria mais difícil, devido ao dano à sua reputação.

Pode se tornar um ciclo vicioso. E, de fato, não é isso que queremos.

3 Maneiras de evitar ChargeBacks

Existem precauções que podem ser tomadas para reduzir este risco e tornar esta possibilidade menos provável.

  • 1. Tenha uma política de devolução acessível e clara

Publique o texto em todas as redes sociais e em seu site, para ajudar os clientes a entenderem suas opções.

  • 2. Forneça um endereço de e-mail e número de telefone para contato

Se os clientes puderem entrar em contato diretamente com você, é mais provável que façam isso antes de tomar outras decisões.

  • 3. Inclua descrições detalhadas de produtos em seu site.

O objetivo é garantir que todas as características dos produtos sejam passadas de forma clara e precisa.

Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado comente e compartilhe em suas redes sociais. Este artigo foi desenvolvido pela equipe do Soluções Industriais.