11 de julho de 2024

A importância da ética na formação profissional

Em qualquer profissão, saiba como a ética profissional pode beneficiar tanto a empresa quanto aumentar a visibilidade do trabalhador

Já se perguntou: o que é ter ética profissional? Por que ela é importante para a sua carreira? A palavra ética, de origem grega, é o estudo do comportamento humano dentro da sociedade. 

Seja em qualquer profissão, manter o código de ética garante não só o desenvolvimento organizacional, mas também o pessoal e uma capacitação mais preparada. Assim como as demais, ser profissional de medicina implica em respeitar as normas e condutas dentro do ofício, a fim de evitar penalidades como a perda do seu registro. Para saber mais desse assunto, leia o texto na íntegra!

O que é ética e código de ética profissional?

A ética está relacionada aos comportamentos individuais que cada um desempenha dentro da sociedade, diz respeito a forma que cada indivíduo se comporta no meio social, são os valores que cada ser carrega dentro de si. 

No ambiente de trabalho, a ética profissional se refere aos padrões, as regras da empresa, elas oferecem direcionamento ao tipo de conduta que o trabalhador deve ter ao se relacionar com pessoas ou outras organizações.

Cada profissão possui o seu próprio código de ética profissional, ou seja, os princípios, as próprias regras agrupadas para estabelecer qual deve ser o comportamento do funcionário, assim como definir quais as ações são consideradas infrações.

Qual é a importância da ética na formação profissional?

Formar profissionais que estejam comprometidos com a sua atuação no mercado de trabalho traz benefícios tanto para a empresa quanto para o próprio, pois: 

  • assegura um clima organizacional saudável;
  • ajuda a erguer positivamente o nome da empresa; 
  • melhora a reputação desse funcionário; 
  • aumenta a autoconfiança; 
  • gera mais produtividade.

Além disso, os profissionais que se preocupam com a ética profissional, abraçam a responsabilidade do ofício, tornando-se um trabalhador modelo para os colegas, conseguem atrair a confiança dos líderes, criando uma vasta lista de networking, já que despertam o interesse de diferentes empresas. Por exemplo, os médicos, que ao manter a ética elevam os atendimentos, atraindo mais pacientes.

Assim, ter ética ao formar profissionais vai ilustrar na prática como respeitar as normas e condutas que ajudam a construir relações importantes ao longo da carreira, criando uma reputação positiva, que garantirá o reconhecimento do profissionalismo, despertando o interesse de diferentes ambientes corporativos.

Como construir um comportamento ético profissional?

Para construir um comportamento profissional ético, é fundamental alinhar os seus valores com o código de conduta da empresa. Para isso, conheça as normas vigentes da empresa para agir de acordo com o que é esperado, respeitando as regras bem como a hierarquia da empresa, mesmo que seja diferente das suas. 

Agir com respeito

O respeito é um princípio básico de convivência em qualquer ambiente, sempre  seja compreensível, enaltecendo o esforço e o desempenho do colega, seja gentil e educado com as pessoas. Assim, criará um ambiente harmonioso para trabalhar, evitando possíveis conflitos. 

Respeite a hierarquia da empresa

Saber diferenciar as relações é importante para manter a seriedade no ambiente corporativo. Sempre respeite as pessoas, independentemente se estão em cargos maiores ou menores. Seja imparcial,  busque valorizar o trabalho de todos da equipe e não somente daqueles com mais aproximação.

Seja alguém confiável

Seja transparente, cumpra com os horários, prazos e com tudo aquilo que propor a fazer. Seja proativo, com pequenas atitudes ganhará a confiança dos colegas de trabalho, mas também dos líderes.

Seja honesto

Na vida, uma das melhores qualidades que podemos desenvolver é a honestidade. Dessa forma, ser honesto implica em não tentar tirar proveito do outro, dê mérito ao trabalho  do colega,  enalteça as habilidades e o bom desempenho em alguma atividade. 

Portanto, as nossas habilidades e qualidades podem ser formadas, por meio de uma autoanálise. Avalie suas ações como profissional, fazendo autocríticas e conseguirá descobrir o que precisa ser aperfeiçoado. Além disso, resolva os conflitos com diálogos e desenvolva novas habilidades.