23 de junho de 2024

4 personagens LGBTQIAPN+ da Marvel

Muitas pessoas não sabiam da existência desses personagens LGBTQIAPN+ da Marvel

Cada vez mais a diversidade de gênero está sendo integrada à sociedade, e isso é um ponto extremamente positivo. Estima-se que, em pouco tempo, o público LGBTQIAPN+ poderá estar totalmente incluído em toda a sociedade, sem quaisquer tipos de desigualdade.

Inclusive, podemos ver que essa inclusão está sendo realizada faz um bom tempo, já que até mesmo no universo Marvel o público LGBTQIAPN+ está presente em alguns personagens.

Conhecendo os personagens LGTQIAPN+ da Marvel

Desde o sucesso da Marvel com os filmes baseados em seus quadrinhos, o público leitor LGBTQIAPN+ estava se perguntando se não existiam personagens que os representassem.  

E a resposta é sim! Nos quadrinhos, e também recentemente nos longa-metragens, está sendo introduzida a “nova geração” e, junto dela, também a diversidade LGBTQIAPN+ está vindo em peso. A seguir, estão listados os principais personagens dos quadrinhos que representam esse movimento no mundo dos cinemas.

Miss América (Representatividade Lésbica)

Miss América é uma das personagens lésbicas dos quadrinhos, e sua descendência também é! Essa personagem, filha de duas mães, Amália e Elena, apareceu pela primeira vez nos filmes da Marvel por meio de Dr. Estranho, mas ela já estava há muito tempo nos quadrinhos.

Essa garota, que consegue criar portais dimensionais com socos, nos quadrinhos, ela e os jovens Vingadores se unem para lutar contra “Mãe”, uma parasita interdimensional que é capaz de causar destruição em nível mundial. A jovem, que é fruto de um relacionamento LGBTQIAPN+, tem uma paixão pela Gaviã Arqueira.

Estrela Polar (Representatividade Gay)

Quem leu os quadrinhos e conhece a Tropa Alfa, sabe que o Estrela Polar é um dos personagens da Marvel que possui maior representatividade LGBTQIAPN+ dos quadrinhos. Ele foi o primeiro super-herói que se assumiu gay no mundo dos gibis e, tempos depois, o primeiro super-herói a entrar em um casamento LGBTQIAPN+.

Portanto, pode-se dizer que o Estrela Polar foi o primeiro, e também o maior, representante LGBTQIAPN+ da história dos quadrinhos, mas, além dele, claro que existem outros personagens que possuem representatividade, como Robert “Bobby” Drake, conhecido como Homem de Gelo, um dos X-men originais.

Nico Minoru (Representatividade Bi)

Dona do beijo mais aguardado pelos fãs, Nico Minoru é uma das bruxas mais poderosas do universo Marvel. A personagem sempre teve um amor que ficou resguardado por uma década, até que ela não aguentou mais e sucumbiu aos seus sentimentos de expressar o seu amor pela amiga Karolina Dean.

Um fato interessante é que, no universo cinematográfico da Marvel, a personagem não perdeu sua essência, sendo representada como bissexual em seus relacionamentos, no seriado televisivo Fugitivos.

Deadpool (Representatividade Pansexual)

Wade Wilson é um dos personagens mais marcantes no universo Marvel, afinal, ele é o querido mercenário falador, denominado como Deadpool. Esse herói, ou anti-herói (depende do ponto de vista), é conhecido por ter um sarcasmo mórbido e por adorar paquerar seus alvos, independentemente do sexo que ele possua. 

Essa personalidade foi explicada pelos roteiristas, que afirmaram que Deadpool é pansexual, portanto, ele se interessa por pessoas, independentemente do gênero. 

Muitos fãs de quadrinhos não tinham noção sobre a opção sexual desses personagens da Marvel, mas, da mesma forma, existiam muitos que ao menos sabiam da existência da representatividade LGBTQIAPN+ no universo dos quadrinhos.

O legal é que, além desses heróis citados, existem muitos outros, inclusive vilões. Um exemplo de vilão pansexual é o querido deus nórdico, Loki, conhecido como Deus da Mentira e o grande inimigo de Thor.