6 de dezembro de 2022

Aumente suas vendas com a segmentação de leads: tudo o que você precisa saber

Para atender um público qualificado, as empresas precisam investir na segmentação de leads e, assim, enviar propostas de produtos e serviços de maneira apropriada

Com a expansão do comércio eletrônico por meio de aplicativos, lojas virtuais e o e-commerce em geral, o lead pode ser considerado aquela pessoa que demonstrou interesse por um produto mas ainda tem dúvidas sobre a aquisição.

Em uma loja física, um funcionário pode estar à disposição e apresentar as vantagens e benefícios de maneira direta. No mundo virtual isso deve ser trabalhado de uma maneira diferente.

Nesse contexto, as empresas precisam recepcionar os dados apresentados por meio de um cadastro no e-commerce, do preenchimento de um formulário no formato landing page ou pelo funcional e-mail marketing enviado de maneira despretensiosa. 

A demonstração de interesse com o retorno deve ser levado em consideração como uma ação positiva e, sendo assim, trata-se de um cliente especial. 

Sendo um lead, a decisão final ainda não foi tomada, e a segmentação trata de indicar os caminhos que serão traçados na jornada de compra. 

Esse relacionamento entre a marca e o cliente pode ser de longa data, se tudo for trabalhado de maneira apropriada. A própria experiência em todo o processo de aquisição é determinante para que de lead esse consumidor passe a cliente fidelizado.

Investimento correto para o público adequado

A gestão de leads é algo imprescindível dentro do Marketing Digital, pois são aplicadas estratégias específicas para que o usuário tenha conhecimento sobre uma marca, produto ou serviço disponível para o mercado consumidor. 

Uma das estratégias mais bem aplicadas, e que vale o investimento de parte do orçamento de uma campanha publicitária, se dá a partir do inbound marketing. São 4 etapas distintas para que o lead seja levado à jornada de compra:

  • Atração;
  • Conversão;
  • Vendas;
  • Encantamento.

A partir do primeiro ponto é possível atrair um público segmentado, pois a disposição de dados pode ser trabalhada pela equipe de vendas a partir da captação dos leads.

A conversão é trabalhada a partir do ponto em que o funil de vendas é colocado em prática, determinando se o público segmentado está seguindo a jornada de compra até a aquisição, onde se dá a venda como concluída.

A partir de então, esse público segmentado pode ser acompanhado continuamente, ou ao menos sendo alimentado com informações sobre novos produtos e serviços que ficam disponíveis aos consumidores fidelizados.

O encantamento ocorre quando há divulgação espontânea por parte dos clientes, e isso pode ocorrer de diversas formas, como pode-se observar a seguir. 

Captação de leads a partir de site de pesquisa

Uma simples pesquisa no Google e a empresa é destaque por causa do SEO (Search Engine Optimization) praticado pela empresa por meio de palavras-chave ricas e que determinam o que o usuário da internet procura.

Como anunciar no Google Ads pode fazer parte do orçamento da campanha publicitária, o planejamento deve ser feito também para alcançar o que o público está falando sobre a empresa, ou mesmo a marca de forma específica. 

A captação dos leads pode ocorrer a partir dessa pesquisa, pois o lead demonstra interesse a partir dessa busca sobre características dos produtos e serviços, ou então sobre as impressões de outros consumidores.

Isso pode ser acompanhado pelas empresas de forma segmentada, como por faixa etária ou pela localização onde se encontra o lead ou potencial cliente.

Outros traços observados quando se investe em ferramentas que a internet oferece é que o lead está interessado em ouvir os dois lados. 

Portanto, é importante garantir a presença nas mais diversas plataformas digitais, para estar ao alcance do maior público possível, mesmo que de forma segmentada por nichos que interessam para a empresa.

Ferramentas de redes sociais permite segmentação

Uma reformulação nos hábitos de consumo da população pode ser observada a partir da criação das redes sociais e a disseminação por todos os equipamentos eletrônicos. 

As empresas que acompanham as mudanças devem atentar para a segmentação do público a partir dos modelos de redes sociais disponíveis. 

Dessa forma, as empresas passaram a investir no Instagram Ads, explorando as imagens que podem ser parte da divulgação dentro de uma campanha publicitária que reúne diversas ferramentas de marketing, tanto tradicionais quanto mídias eletrônicas.

Enquanto uma rede social se concentra na publicação de fotos e vídeos, outras são mais abrangentes e permitem textos curtos e longos, imagens, links externos e outros modelos de postagem.

Utilizando as ferramentas disponíveis por essas redes sociais, é possível entender como funciona o Facebook Ads e permitir uma segmentação de leads com qualidade e eficiência.

O importante é manter o lead devidamente envolvido com a marca e os produtos e serviços oferecidos a todo instante. Assim, as vendas crescem e a lucratividade se torna fato consumado.