28 de fevereiro de 2024

Entenda como criar uma persona para o seu negócio

Você sabe o que é uma persona e como ela pode ser importante para o seu negócio se desenvolver ainda mais? Se ainda não sabe, não se preocupe que vamos te explicar tudo sobre essa estratégia ao longo deste texto! 

De modo geral, para campanhas e resultados mais qualificados, é muito importante que a empresa conheça bem quem é seu público-alvo e, para isso, é importante entender seus interesses e os assuntos que consideram relevantes. 

É nesse sentido, e com o objetivo de identificar de forma mais detalhada o perfil do público para criar ações de valor, é que surge o conceito de persona, inserindo uma lupa personagens que representam esse público.

Assim, além de entender o público, é importante que a empresa crie uma persona, que funciona como um personagem fictício do cliente ideal para o negócio, tornando as ações mais direcionadas.

Esse personagem, portanto, é criado com o objetivo de melhorar o marketing, comunicação e vendas e pode ser traçado por meio de análises prévias dos clientes e leads, identificando comportamentos, dados demográficos e formas de consumo, além de aspectos que humanizam esse contato.

Ainda tem dúvidas sobre como aplicar essa estratégia para qualificar mais suas campanhas? 

Então, continue conosco para entender mais sobre esse conceito e como ele pode ser aplicado em sua empresa, seja ela de eletrodo para solda inox ou uma especializada em móveis sob medida.

Público-alvo x persona: entenda a diferença

Fazer um mapeamento do público é uma atividade fundamental para qualquer empresa se desenvolver, seja ela de pequeno, médio ou grande porte.

Contudo, para ações mais efetivas – apesar de ser um conceito complementar -, é importante que durante a elaboração do mapeamento do público saber diferenciar o público-alvo de uma persona. 

De modo geral, a abordagem do público-alvo é direcionada para um conhecimento mais amplo das pessoas que compram em seu negócio, considerando um nicho mercadológico.

Por exemplo, seu público pode ser mulheres, de 30 a 40 anos, que moram em Salvador e trabalham como enfermeiras. 

No caso de definir uma persona, trata-se de um perfil mais específico para representar essa audiência, humanizando as ações.

Nesse caso, a persona seria uma mulher que se chama Juliana, com 32 anos, moradora do bairro de Ondina, em Salvador, gerente na área de enfermagem de um hospital, dentre outros detalhes importantes para entender as dores e necessidades do público.

Percebe a diferença entre os termos? 

Assim, quando sua empresa consegue informações mais detalhadas sobre o público, ela tende a ganhar no reconhecimento, posicionamento e na criação de estratégias de marketing mais direcionadas e específicas, ampliando a assertividade.

Agora, como sua empresa pode criar uma persona?

Como criar uma persona?

Você já deve ter entendido que a criação de uma persona para a sua empresa de preço de instalação elétrica por M2 traz um conhecimento mais detalhado sobre quem é sua pessoa, promovendo ações mais efetivas.

Mas, uma dúvida que as empresas podem ter nesse momento diz respeito ao processo de criação de uma persona qualificada, e é sobre isso que falaremos a seguir.

Na prática, para uma persona bem desenvolvida, é essencial seguir algumas etapas, como:

  • Coletar os dados dos clientes;
  • Fazer uma análise de dados;
  • Definir qual será o roteiro de perguntas;
  • Estruturar a persona. 

Apresentaremos de forma clara o que cada uma das etapas representa.

Basicamente, a primeira etapa é coletar os dados dos seus clientes ativos, pois isso colabora para a obtenção de informações acerca das pessoas que demonstram interesse ou que fazem compras em seu negócio. 

Nessa etapa, é possível aplicar algumas pesquisas e formulários com respostas quantitativas e qualitativas para definir o perfil. 

Os questionários também podem ser compartilhados online, o que contribui para a riqueza no volume de dados. 

É essencial que sua empresa também consiga definir um roteiro de perguntas que traga informações comportamentais sobre os clientes.

Neste sentido, é preciso considerar desde questões da demografia, os hábitos dessas pessoas, a forma de relacionamento com as empresas e, até mesmo, qual é o seu consumo de conteúdo. 

De posse de todas essas informações e dados, é essencial que sua empresa realize uma análise dessas informações, levando em conta uma busca por padrões, assim como a definição de características que sejam relevantes ao seu negócio. 

Para a organização desses dados é possível utilizar planilhas, assim como softwares de gerenciamento da empresa.

Por fim, sua empresa consegue fazer uma estrutura da sua persona, trazendo um nome para esse personagem, sua área de atuação e todas as informações que listamos acima. Essa é uma relação que deve ser estabelecida com seu público-alvo. 

A importância de criar uma persona 

Mas, afinal, por que sua empresa deve criar uma persona? Qual o real impacto dessa ação?

O primeiro benefício diz respeito ao entendimento sobre quem é o seu público, já que isso traz um conhecimento mais profundo sobre como se relacionar com ele e quais as necessidades.

Consequentemente, as campanhas se tornam mais assertivas e um menor investimento financeiro é necessário para obter bons resultados com campanhas.

Sua empresa também consegue criar valores subjetivos para o negócio, bem como soluções personalizadas para o seu cliente, o que melhora o seu relacionamento e interação a longo prazo.

A criação de uma persona também colabora para a definição de estratégias de marketing. Afinal, conhecendo o público, você entende mais sobre a linguagem e consegue definir os melhores canais de comunicação para interagir com os usuários.

Por isso, não perca mais tempo e crie sua persona para qualificar o seu negócio!