7 de julho de 2022

Motivos para ter um advogado em sua empresa

Basicamente, o advogado é um especialista em direito. Tem como missão prestar serviços jurídicos, neste artigo você vai saber quais motivos para ter um advogado em sua empresa.

Consultar esse especialista pode ser de pouca utilidade se você for responsável por uma empresa muito pequena. Uma vez que o negócio cresce e produz dinheiro suficiente, mesmo o menor erro legal pode ser sério, por isso a importância de ter um advogado em sua empresa.

Portanto, você pode ter certeza de que:

  • Todos os contratos serão examinados;
  • Sua empresa estará em dia com as leis e regulamentos;
  • Seu advogado estará ciente dos riscos jurídicos para o seu negócio.

Dentro de uma empresa, o advogado tem um domínio perfeito e pode interpretar:

  • O Código Penal;
  • O Código Civil;
  • Direito empresarial.
  • Direito do consumidor

Todas essas habilidades podem ter um impacto significativo em sua estratégia de negócios. Isso o ajudará a tomar decisões inteligentes e muito mais.

Confira também – Os melhores advogados do Brasil para a sua empresa – Saiba como escolher o advogado ideal para você

Boas razões para ter um advogado em sua empresa

 

Obtenha aconselhamento de um especialista jurídico

Um advogado empresarial deve primeiro aprender a ouvir, compreender o funcionamento da empresa e mergulhar na sua vida diária. Só então ele pode aconselhar executivos em questões jurídicas.

O advogado em nome de uma empresa responde a perguntas que requerem um conhecimento profundo das regras de direito. Isso inclui aqueles que governam o setor de negócios da empresa.

 

Para que o advogado cumpra a sua missão, terá de o associar aos diversos projetos implementados pela sua empresa. Ele deve ser mantido informado desde a fase de projeto até a fase de realização.

Na verdade, o advogado fornece o conselho necessário para promover o bom funcionamento de várias operações. Durante a fase de elaboração de um documento lega, o advogado informa o seu cliente sobre os termos e condições da transação.

Validar a causa do seu negócio

As atividades da empresa correm o risco de serem afetadas negativamente por uma proteção mal organizada. Uma ação judicial desfavorável pode influenciar não apenas seus resultados financeiros, mas também a direção de seus negócios. Dependendo da situação, o advogado empresarial pode:

Orientá-lo quanto aos procedimentos legais;

  • Defender em caso de ação judicial;
  • Direito de marcas;
  • Direito imobiliário;
  • Direito social;
  • Direito financeiro;
  • Etc.

Dependendo do escopo dos setores a serem cobertos, o advogado empresarial colabora com outros colegas. Antes de qualquer pleito ou defesa de seu cliente, ele coleta as evidências e os elementos necessários. Como resultado, a empresa sai com todas as chances de ganhar.

Negociar contratos

Qualquer advogado empresarial competente tem a obrigação de dominar os setores em que é necessária à sua intervenção. Como especialista em direito societário, o advogado deve estar atualizado no que diz respeito a:

  • Aumentos de capital;
  • Formalidades relacionadas ao respeito aos direitos dos acionistas;
  • Condições de validade das cláusulas acionistas; Etc.

No exercício das suas funções, será obrigado a negociar a celebração de contratos. Portanto, deve-se alcançar o perfeito domínio das várias fases do estabelecimento de um contrato entre a empresa representada e as demais.

O advogado deve ser capaz de constituir ou tornar-se um elo fundamental numa equipe que reúna muitas disciplinas. Ele está, portanto, certo de que o sucesso estará em seu acampamento, não importa o quão difícil seja a operação.

Em situações complexas relacionadas com a compatibilidade da sociedade, o advogado deve estar em contacto permanente com os consultores financeiros. Este também é o caso quando funções específicas da empresa são terceirizadas.

No entanto, ele deve entrar em contato com o advogado da empresa parceira para garantir o bom andamento das atividades relacionadas.

Como escolher seu advogado corporativo?

 

Escolher um advogado para o seu negócio não é tarefa fácil, pois as ofertas são inúmeras. Não fazer isso da maneira certa pode ser prejudicial para os negócios. Aqui estão algumas maneiras de encontrar o que você precisa:

Sua facilidade de propor soluções

O advogado corporativo deve ser capaz de oferecer soluções para qualquer problema jurídico que surja. Ele deve saber tudo sobre tudo, a fim de ser responsivo em todos os tipos de situações.

A criatividade é uma das principais qualidades de um advogado, que deve usar em todos os contextos. Para que isso seja possível, é importante que o advogado seja experiente.

Capacidade de negociar

As empresas fazem transações o tempo todo. O advogado em tal ambiente deve aconselhar estrategicamente, a fim de conquistar seu cliente.

Ao escrever uma carta de apresentação uma empresa, por exemplo, o advogado desempenha um papel fundamental. Ele irá sugerir a melhor abordagem sobre os termos e condições da transação a ser oferecida.

Sua qualidade de trabalho

Não importa quanto trabalho o advogado faça, mas sim quão bom seja. As apostas são realmente enormes na legislação societária, e a empresa pode sofrer enormes perdas contratuais.

É provável que isso aconteça se o advogado não aconselhar adequadamente ou cometer erros de julgamento. Deve, portanto, considerar todos os cenários possíveis, bem como a legislação em vigor.

Sua habilidade de ouvir

A chave para escolher um bom advogado para o seu negócio é avaliar suas habilidades de escuta. Na verdade, ele deve ser capaz de fazer com que o cliente explique toda a situação sem qualquer interrupção.

Isso permitirá que ele tenha todos os elementos necessários para resolvê-lo legalmente. Além disso, o advogado empresarial também deve ser sociável, próximo de seus clientes e demonstrar compreensão.

Ao trabalhar para uma empresa, o advogado empresarial estará encarregado de muitos casos. Nesse caso, é melhor escolher alguém que esteja bem cercado. A complexidade de um problema jurídico pode exigir a intervenção de outros especialistas.

Em alguns casos e dependendo do tamanho da empresa, trabalhar com um advogado pode ser uma necessidade. Como profissional jurídico, ele traz sua experiência para empresas que realmente precisam dela.

A presença desse especialista jurídico é importante para a elaboração de contratos, ou para a realização de fusões ou demissões. Além disso, o advogado pode defender os seus interesses perante todos os tribunais competentes, quando um litígio envolve a sua empresa. É, portanto, um verdadeiro trunfo possuir um.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com os seus amigos. Até a próxima!

Direto da Redação

Tudo em Um é um portal de notícia conceituado e de muito valor agregado quando o foco é informar e compartilhar conteúdos de extrema qualidade informativa. Tenha certeza de que está no Portal de notícias certo para consumir conteúdo de qualidade.

View all posts by Direto da Redação →