21 de junho de 2024

Saiba como se proteger do golpe do licenciamento por e-mail

Veja como evitar problemas e golpes com seus dados

Licenciamento é o nome mais curto dado ao Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos, ou seja, o CRLV. Este documento é o que garante a regularidade do veículo para trafegar em vias públicas. 

A forma pela qual os órgãos responsáveis garantem esta regularidade é a renovação anual do CRLV. Ou seja, todo ano o motorista deve pagar licenciamento para provar que o seu veículo está circulando de acordo com a lei.

No entanto, o ato de pagar o licenciamento já entrou na mira de hackers que visam roubar dados e dinheiro das pessoas. Por isso, várias unidades do Detran no Brasil inteiro começaram a espalhar notificações a respeito de golpes do licenciamento. Este texto tem como objetivo falar desse golpe e como se proteger dele.

O golpe do licenciamento

A aplicação deste tipo de golpe ocorre de várias maneiras, mas as mais comuns são o ataque por SMS e por e-mail. Nestes ataques, os hackers utilizam-se de uma prática conhecida como phishing, que envolve criar uma versão falsa de um site ou mensagem de um site legítimo.

Nesse sentido, os hackers copiam o layout das mensagens enviadas pelo Detran oficial de cada estado. A mensagem é praticamente idêntica à que é enviada pela autarquia, o que confere legitimidade ao golpe. Só que no phishing, os hackers colocam um link para o download de um suposto arquivo que seria similar ao download do CRLV.

O usuário tende a clicar no link acreditando que se trata de uma informação oficial. Mas ao fazer isso, ele é direcionado para um site onde o “falso Detran” solicita vários dados pessoais, como documento de identificação, dados do veículo, entre outros.

Uma vez com esses dados em mãos, os hackers podem efetuar vários golpes utilizando a pessoa lesada como “laranja”. Eles podem, por exemplo, emitir CRLVs falsos e clonar o veículo da pessoa, ou aplicar golpes usando os dados obtidos.

De acordo com o Detran, qualquer comunicação supostamente ligada ao órgão que tenha algum link é falsa. O usuário consegue fazer o download do CRLV online, mas apenas pelos canais oficiais de atendimento. Não é possível fazer isso por SMS, WhatsApp ou e-mail, tampouco por mensagens supostamente enviadas pelo Detran.

Como evitar o golpe

O golpe do licenciamento tende a enganar muitas pessoas, mas com alguns cuidados simples é possível se proteger. Em primeiro lugar, o usuário deve sempre conferir o remetente, ou seja, quem mandou a mensagem, para saber se é mesmo uma fonte do Detran.

Nos e-mails, por exemplo, as mensagens falsas costumam vir de endereços aparentemente oficiais, como [email protected] e [email protected]. Contudo, esses endereços não são verdadeiros, pois os Detrans são órgãos estaduais. Portanto, os e-mails autênticos sempre possuem a sigla de cada estado (ex: [email protected]).

Outra forma de identificar golpes é justamente o “não-responda” nos títulos oficiais, já que os Detrans geralmente enviam apenas esse tipo de mensagem. Isso porque a comunicação oficial do órgão é de mão única e quase sempre traz apenas informações, não links.

Já no WhatsApp e SMS, desconfie sempre de qualquer mensagem que faça referência ao Detran, sobretudo se ela contém algum link. De maneira geral, os Detrans utilizam somente o e-mail ou suas centrais de benefícios para se comunicar, portanto, qualquer mensagem de texto ou WhatsApp provavelmente é falsa.

Se por acaso você receber alguma comunicação com o nome do Detran, não clique em nenhum link que esteja na mensagem. Ao invés disso, procure o site oficial do órgão para obter mais informações ou entre em contato com o Detran por telefone. Ao tomar esses cuidados, você evita perder seus dados e cair em golpes oriundos desse tipo de problema.