6 de dezembro de 2022

Tipos de ração de cachorro

Conheça as diferentes texturas de ração para cachorro e descubra a melhor opção para o seu pet!

Para decidir qual a melhor ração para o seu cão, é importante conhecer as categorias e texturas existentes. Dessa forma, saber quando optar pela ração seca, semiúmida e úmida, além de considerar as características do pet, são importantes no momento da decisão.

Entender em qual fase da vida o peludo está, por exemplo, determina o tipo de nutrientes necessários para uma alimentação saudável. Um cão na fase filhote possui necessidades nutritivas diferentes de um que já é adulto ou idoso. 

Ou seja, adequar a alimentação para uma saúde equilibrada é parte fundamental da função dos donos. Por isso, reunimos informações pertinentes e valiosas, que ajudarão a definir o melhor tipo de ração de cachorro.

Qual a diferença entre ração seca, semiúmida e úmida?

A principal diferença entre a ração seca, semiúmida e úmida está na palatabilidade e na quantidade de água presente no alimento, ou seja, o teor de umidade. 

A palatabilidade nada mais é do que maior sabor, pois a água acentua o sabor do alimento.

Vamos aos detalhes de cada tipo?

Ração Seca

A ração seca é encontrada com muita facilidade e é a mais comum entre as opções. Além de oferecer os nutrientes necessários, colabora para a limpeza dos dentes do cão enquanto se alimenta.

Para cães sem dentição, como os idosos, por exemplo, esse tipo de ração se torna mais difícil de ser consumida. É aí que entram as outras opções.

Ração semiúmida

A ração semiúmida colabora na ingestão de alimentos para cães que já apresentam alguma dificuldade de mastigação. Possui em média 20% de umidade, sendo assim, apresenta maior maciez e hidratação, além de colaborar na digestão.

Ração úmida

A ração úmida apresenta uma quantidade elevada de proteína e de gordura. No entanto, a energia fica mais diluída. Ou seja, apesar de ter mais sabor, a energia do alimento é menor. Sendo assim, a quantidade de consumo do animal precisa ser maior.

Vale lembrar que isso tem um custo maior para o dono.

Classificação de ração para cachorro

Existem algumas classificações de ração a serem consideradas pelos donos dos pets.

Standards

Conhecida como ração de combate, a ração Standard é encontrada facilmente em supermercados e possui preço mais acessível. O grupo de proteínas presentes nesse alimento é mais simples e de origem vegetal. Ou seja, apresenta poucos nutrientes e não é tão completa.

Neste caso, é necessário oferecer a ração em maior quantidade para atender as necessidades nutritivas do animal. Sendo assim, o animal defeca muito mais. 

Premium

Na modalidade de ração Premium, a qualidade do alimento é elevada, e os ingredientes possuem maior qualidade. Sendo assim, a ração possui boas fontes de proteínas, e o animal come menos.

Além disso, esse tipo de ração apresenta níveis reduzidos — e, em alguns casos, a presença é nula — de corantes. Ou seja, menos um fator prejudicial à saúde do pet.

Essa ração é encontrada em supermercados e em lojas especializadas e possui valor médio.

Super Premium

A ração Super Premium possui matérias primas de excelente qualidade.

O valor nutricional é mais rico, o que favorece a digestão do animal e oferece mais saúde e bem-estar. Vem enriquecida com óleos, como ômega 3, vitaminas e minerais para contribuir com a saúde do animal.

Esse tipo de ração, por oferecer maior valor nutricional, deve ser oferecida em menor quantidade. Sendo assim, as fezes do animal serão em menor quantidade e com menos odor.

Esse tipo de ração ainda apresenta mais duas opções:

  • manutenção para raças específicas, pensada na necessidade de uma determinada espécie de cão; 
  • medicamentosa ou terapêutica, que possui nutrientes para aporte de tratamentos de doenças, sendo assim, oferece maior qualidade de vida para cães com alguma questão de saúde.

Pode ser encontrada em lojas especializadas.

Categoria de rações

Além de decidir pela classificação, atente-se à categoria de ração do seu pet, que são pensadas na fase da vida e no porte do animal.

Existem rações especiais para cães filhotes, adultos ou idosos e, ainda, por porte. Tudo isso deve ser levado em consideração na hora da escolha.

Atenção aos componentes da ração

Um ponto importante na hora de escolher a ração é observar a composição dos ingredientes:

  • observar se é feita de ingredientes naturais; 
  • verificar se possui nutrientes antioxidantes;
  • evitar os corantes, pois faz mal à saúde e alguns cães podem apresentar intolerância ou alergia;
  • conhecer o lugar de onde vem a ração.

Com essas informações, você poderá escolher o melhor tipo de ração para seu cachorro.