6 de dezembro de 2022

Conheça os diferentes tipos de colchão do mercado

O tamanho e o material são fatores determinantes na hora de escolher o seu colchão

Dormir bem é mais que sinônimo de relaxamento: é uma necessidade para todo e qualquer ser humano viver bem. É durante o sono que o nosso organismo reorganiza seus processos metabólicos e permite a renovação das nossas energias.

Um dos fatores que influencia na qualidade do sono é o colchão, por isso mesmo, é importante estar atento às suas condições físicas e ao tipo de material escolhido. Além dos materiais usados, há também variedade quanto ao tamanho da peça, podendo ser colchão de casal ou de solteiro, por exemplo.

Para facilitar a sua escolha na hora de comprar um colchão novo, selecionamos as principais informações sobre os tipos de colchão existentes no mercado — uma ajuda extra para quem deseja dormir melhor.

Tamanho do colchão

O tamanho do colchão é uma das características que precisa ser considerada na hora de adquirir o item. No caso de bebês e crianças pequenas, existem modelos próprios para os berços — seria o colchão infantil.

Para crianças maiores, adolescentes e até mesmo adultos com estatura mediana, o colchão de solteiro é uma boa opção. Este modelo tem 188 cm de altura e 88 de largura. Existe também o colchão tipo viúva que é um pouco mais amplo quando comparado ao de solteiro, tendo 128 cm de largura.

O colchão de casal é o modelo tradicional para quem vive a dois, tendo a mesma altura de 188 cm e a largura de 138 cm. Quem gosta de mais espaço, vai adorar os modelos queen — com 158 cm de largura e 198 cm de altura — e king, o maior dos modelos existentes – tendo 193 cm de largura e 203 cm de altura.

Tipos de colchão

Você sabia que 65% da população brasileira diz ter uma qualidade de sono ruim? Este dado foi determinado graças à pesquisa “Mapa do Sono dos Brasileiros”, realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope). 

Um colchão de má qualidade ou ainda que não considere o peso e as necessidades de quem vai dormir pode ser um dos fatores que contribuem com essa estatística no mínimo alarmante. Sendo assim, vale a pena conhecer os principais tipos de colchão existentes no mercado atual e suas principais características.

Colchão de espuma

O modelo de espuma é o mais comum e, provavelmente, mais usado nos lares brasileiros. O que vai ser alterado é a densidade da espuma, já que quanto maior, maior também será a rigidez do colchão. Existe uma tabela padrão que determina o tipo de colchão de espuma conforme o peso e a altura de quem vai dormir. 

Colchão de molas

A presença de molas envolvidas com espuma na base, nas laterais e no topo do colchão é a principal característica deste modelo. Essa espuma pode ser viscoelástica ou tipo látex. Porém, o colchão de molas é mais indicado no tamanho solteiro, porque qualquer movimento pode incomodar quem está do lado.

Colchão de molas ensacadas

O diferencial aqui é que cada mola presente no colchão é ensacada separadamente. O resultado é que mesmo se você se movimentar na cama, quem estiver ao seu lado permanecerá estável. Por essa razão, o colchão de molas ensacadas é super indicado para casais.

Colchão de látex

Com maior durabilidade que os demais (podendo chegar aos 15 anos de uso), o colchão de látex é um modelo encontrado apenas em lojas especializadas. Sua espuma 100% natural, é extremamente macia e tem o benefício de se adaptar ao formato do corpo, sendo também indicado para os alérgicos.

Colchão viscoelástico

Outro modelo é o colchão viscoelástico que tem o mesmo mecanismo do chamado travesseiro da Nasa, usado pelos astronautas. Sua tecnologia permite que a força exercida pelo corpo contra o colchão seja absorvida, sem gerar uma força contrária. O resultado é o máximo de conforto para o corpo.

Colchão ortopédico

Por ter uma estrutura de madeira em seu interior, o colchão ortopédico é o que oferece mais firmeza entre todos os modelos. Ele acaba sendo indicado para pessoas que sofrem com problemas nas costas ou ainda estão fazendo tratamentos médicos para essa região do corpo.