6 de dezembro de 2022

7 drinks que você precisa experimentar

Desvende novos sabores em combinações diversas

Há quem goste de cerveja, há os amantes de vinho e há quem prefira os destilados. O drink Moscow Mule, o Mojito e a Piña Colada são algumas das conhecidas opções criadas pelo ramo da coquetelaria e há muitas outras que podem agradar os mais diversos paladares, de acordo com as combinações feitas.

Por que, então, não sair do óbvio e embarcar num universo de possibilidades? As bases alcoólicas, aromas, sabores e texturas se misturam nas coqueteleiras e ganham forma em copos, taças e canecas.

O bartender é um verdadeiro mestre que passeia entre a química e a gastronomia, sempre tentando inventar e reinventar novas experiências para o seu público.

Para guiá-lo nessa aventura, escolhemos 7 drinks, entre clássicos e modernos, para diferentes ocasiões e climas que você tem de conhecer. Nossa seleção conta com clássicos e algumas novidades. Então prepare o paladar e venha desfrutar desta lista!

Moscow Mule

Verão ou Natal? No Brasil é quase redundante essa pergunta, já que a chegada do Papai Noel se dá em meio ao calor. O gostinho do gengibre no drink Moscow Mule remete aos tradicionais biscoitos natalinos, mas também traz um frescor digno do clima tropical brasileiro. Entretanto, sua origem russa revela que no inverno ele também agrada ao público.

Geralmente servido em uma caneca de cobre, o visual da bebida é marcante e inconfundível. Sua base é de vodka, típica da Rússia, suco de limão, angostura, xarope de açúcar e, o mais essencial, a espuma de gengibre.

Bossa Nova

Leve como o balanço da garota de Ipanema a caminho do mar, o drink Bossa Nova tem como base a cachaça. A acidez dos limões taiti e siciliano contrasta com o doce da rapadura e nos remete a um sabor de casa, um gostinho brasileiro.

A bebida é perfeita para eventos diurnos, sobretudo quando está calor. Ela também pode ser servida em uma caneca esmaltada. É simplesmente elegante!

Caipirinha de morango com manjericão

Muitos podem achar estranho misturar uma fruta como o morango com uma erva  como o manjericão, tão utilizada para molhos e demais pratos salgados. A surpresa no paladar, entretanto, é tamanha. O manjericão acentua o sabor do morango, causando uma explosão de sabores e aromas. As bases alcoólicas que mais combinam para a execução desse drink são a cachaça e a vodka.

Lillet com laranja e alecrim

Esta base tem ganhado muito espaço no universo da coquetelaria. O aperitivo Lillet, parente do Ramazzotti, mescla vinho branco, botânicos e licor de cítricos, além de ser maturado em barris de carvalho. O drink Lillet com laranja e alecrim traz em sua composição, também, o club soda, que dá o aspecto gaseificado. Leve, refrescante e adocicado, é uma ótima opção para noites quentes.

Piña Colada

Um clássico latino, a Piña Colada já passou por inúmeras adaptações. Os sabores do coco e do abacaxi se encontram de maneira inigualável, agradando o paladar daqueles que preferem bebidas doces. Com sua base de rum, pode ser servido tanto nos dias quentes quanto nos frios, devido à textura cremosa dada pelo leite de coco.

Negroni

Aproveitando a nova onda do gin, o Negroni voltou aos minutos de fama. A receita, de origem italiana, conta também com vermute rosso, o bitter campari e a laranja em sua composição. Um drink perfeito para quem gosta de sentir o contraste do amargo e do cítrico no paladar. Servido com muito gelo, é ideal para acompanhar bruschettas de presunto parma e rúcula.

Mojito

Reza a lenda que o almirante inglês Francis Drake, ao aportar em Havana, capital de Cuba, descobriu essa outra riqueza da América Latina. Também à base de rum, é perfeito para eventos durante o dia ou à noite, devido à leveza e à refrescância promovidas principalmente pelo hortelã e pelo limão. Além disso, traz também a gaseificação, que pode vir da água com gás ou da club soda.