7 de dezembro de 2022

Como desenvolver o team building na equipe de vendas?

Você sabia que, de acordo com a Harvard Business Review, a cultura da empresa é o primeiro aspecto considerado pela geração Millennial ao escolher um emprego? E mais: sabia que o fortalecimento da cultura empresarial é obtido, principalmente, com atividades de team building? E mais: sabia que, de acordo com a Forbesempresas que constroem uma cultura positiva podem encarar crescimentoscrescmentos até 4 vezes maiores do que outras?

Pois é! 

Mais do que uma estratégia para motivar colaboradores, o team building funciona como elemento-chave para o alinhamento de diretrizes corporativas, para a construção de equipes concisas e produtivas produtivdas e, claro, para o fortalecimento do espírito de colaboração. 

Ao longo deste artigo, vamos te explicar tudo sobre a prática e dar dicas efetivas para aplicar o team building na sua empresa. Boa leitura! 

O que é team building?

Ao pé da letra, podemos traduzir team building como uma “construção de equipes”. Na prática, podemos dizer que team building é um conjunto de atividades e práticas que contribuem para que um grupo de pessoas se torne uma equipe. 

Neste processo, estão incluídas práticas para o alinhamento de pilares estratégicos, para o entrosamento do grupo, para o desenvolvimento de competências relacionadas à cooperação e à colaboração, para o despertar da criatividade, da motivação e do senso de inovação. 

Uma das teorias sobre o assunto, desenvolvida pela especialista em Recursos Humanos, Susan M. Heathfield, define que a prática do team building é composta por 12 Cs. Veja quais são eles a seguir: 

  1. clareza (sobre os objetivos do trabalho);
  2. contexto (para compreender os posicionamentos estratégicos do negócio);
  3. comprometimento (com as missões recebidas); 
  4. competência (para executar as tarefas); 
  5. controle (sobre cada um dos processos envolvidos na rotina);
  6. colaboração (para atuar como uma equipe, e não como um indivíduo); 
  7. compreensão sobre a missão (para direcionar esforços corretamente); 
  8. comunicação (para acionar membros do time que possam contribuir);
  9. criatividade e inovação (para pensar “fora da caixa” e solucionar problemas de maneiras únicas);
  10. consequênciasconsequencias (compreensão sobre como cada atitude traz um efeito no curto, médio e longo prazo);
  11. coordenação (para elencar prioridades e atuar de forma coerente); 
  12. cultura (para enxergar que cada atividade contribui para o alcance de metas grandiosas na empresa). 

Por que fazer team building nas empresas? 

Como mencionamos no tópico anterior, a prática do team building traz inúmeros benefícios à empresa. Além do alinhamento e entrosamento do grupo, da motivação e do despertar para o pensamento criativo, a prática contribuir para: 

  • Auxiliar na identificação de lideranças naturais;
  • Trazer leveza ao ambiente de trabalho;
  • Facilitar o processo de vendas, tornando-o mais ágil e integrado;
  • Quebrar barreiras hierárquicas naturais e estimular o diálogo aberto; 
  • Resolver conflitos.

Como fazer team building? Conheça as etapas  

Aqui vão nossas dicas para fazer o team building na empresa e colher os bons frutos da integração das equipes. 

  1. Desenvolva e prepare a liderança 

É incontestável: de nada adianta investir no entrosamento da equipe se os líderes não estiverem preparados para a nova cultura. 

Por isso, o “passo 0” para a implantação do team building nas empresas deve começar com os líderes. Apresente os pilares da cultura inclusiva e participativa e estimule a desconstrução de antigosatigos padrões. Trabalhe para que a mentalidade se transforme no seguinte sentido: 

  • da verticalidade para a horizontalidade;
  • colaboração em detrimentodetimento da competição; 
  • escuta ativa em vez de fala agressiva; 
  • estímulo ao diálogo aberto no lugar da ação hierarquizada. 
  1. Crie um ambiente leve e descontraído

O segundo ponto fundamental para a implantação do team building nas empresas é a construção de um ambiente de trabalho leve e descontraído. Esses são elementos-chave para assegurar o conforto dos colaboradores e estimular a partilha de ideias e a liberdade de expressão. 

Dicas para criar um ambiente leve durante o team building: 

  • saia do tradicional espaço corporativo e faça atividades ao ar livre ou em locações diferentes, como sítios, coworkings ou espaços de eventos; 
  • disponibilize pufes, tapetes e outros elementos que estimulem o conforto e a comodidade; 
  • inicie o evento ou a atividade com um café da manhã ou refeição leve, possibilitando a quebra da formalidade. 
  1. Desenhe um cronograma de atividades

O processo de team building deve ser contínuo. Portanto, a melhor maneira de chegar ao resultado desejado é a criação de um cronograma de atividades. 

Existem diferentes tipos de atividades de team building, de dinâmicas de grupo a desafios colaborativos, passando por “missões” e metas de curto prazo. Que tal combinar diferentes estímulos e criar uma jornada de desenvolvimento da equipe? 

Dicas para desenhar seu cronograma de atividades: 

  • pense no cronograma como uma verdadeira jornada: qual o ponto de partida e o ponto de chegada? 
  • que tal tornar o caminho ainda mais estimulante? Atribua pontuações e dê bônus às equipes que cumprirem cada uma das atividades! 
  1. Avalie os resultados

Todo bom projeto precisa de indicadores capazes de fornecer uma avaliação sobre seu desempenho. Por isso, paute suas atividades de team building em medidores que te ajudem a entender se a iniciativa funcionou e quais as oportunidades de melhoria. 

  1. Colete feedbacks

Além dos indicadores técnicos, um excelente método de avaliação de resultados é o feedback. Ouça os participantes das dinâmicas, organize rodadas de conversa coletiva e estimule o fornecimento de opiniões ao longo de toda a jornada de team building. 

Os retornos da equipe deverão indicar os caminhoscamihos para otimizar processos, direcionar a atenção nas atividades e para construir relações duradouras e verdadeiras entre os vendedores. 

  1. Repita o processo periodicamente

Aqui vai nossa dica de ouro para realizar o team building na empresa: jamais encare o processo como algo finito. 

Tenha em mente que a construção do senso de equipe é um processo contínuo, e deve ser alimentado de forma cíclica conforme os integrantes da organização se desenvolvem, ocupam novos cargos, aprendem novos processos e começam suas jornadas. 

Este artigo foi escrito por Júlio Paulillo, Co-founder e CRO do Agendor, uma plataforma de CRM que atua como um assistente pessoal para equipes de vendas, dando visibilidade e controle na gestão desde o primeiro dia de uso.