11 de julho de 2024

10 dicas de como acabar com as espinhas de uma vez

Inestéticas e desconfortáveis, as espinhas são uma adição indesejável à aparência de alguém, muitas vezes recusando-se a desaparecer apesar de seus melhores esforços. Se você esgotou todas as opções em busca de uma pele mais clara, é possível que não as esteja tratando corretamente.

A especialista em Derma, Dra. Kédima Nassif, que faz parte da reconhecida Sociedade Brasileira de Dermatologia, compartilha algumas dicas úteis que ajudarão você a dar adeus a esse incômodo problema.

Qual a diferença entre acne e espinhas?

Acne e espinha são dois termos que descrevem a mesma condição, sendo o primeiro o nome formal do problema e o segundo o termo coloquial comumente usado para casos individuais. Normalmente, a inflamação surge na pele propensa a oleosidade, com sinais iniciais surgindo durante a adolescência.

No entanto, as alterações hormonais durante a idade adulta também podem levar ao desenvolvimento de acne em alguns indivíduos.

As glândulas sebáceas em nossa pele secretam sebo, uma gordura protetora, mas quando produzida em excesso, bloqueia os poros, criando um terreno fértil perfeito para bactérias.  Para combater isso, nosso sistema imunológico produz pus, fazendo com que sejam formadas as espinhas na sua pele.

O que dá origem à acne?

O surgimento da acne pode ser atribuído a uma variedade de fatores, incluindo predisposições genéticas, alterações hormonais, altos níveis de estresse e uso de medicamentos, suplementos e cosméticos oleosos específicos. Além disso, hábitos como lavar demais o rosto e consumir alimentos gordurosos também podem contribuir para o desenvolvimento de espinhas.

Resolva os problemas de acne por um período mínimo de quatro semanas

 A Dra. Kédima adverte que muitas pessoas vacilam em sua jornada de tratamento, desistindo muito cedo quando não veem resultados imediatos. Isto é especialmente verdadeiro para a acne, que pode parecer piorar inicialmente à medida que o corpo se ajusta ao tratamento, antes de melhorar. 

É fundamental evitar a tentação de trocar de produto com frequência, pois isso pode causar irritação na pele e gerar novos problemas.  

Dê a qualquer tratamento pelo menos quatro semanas para mostrar resultados, com melhora significativa geralmente aparecendo após dois meses. Uma vez que a pele tenha melhorado, continue a cuidar dela diligentemente para evitar a recorrência da condição.

Acompanhe abaixo 10 maneiras de amenizar e evitar a acne:

Combata as diferentes causas

Para garantir o tratamento ideal para acne, é importante monitorar o progresso após quatro semanas. Se faltar melhora, um segundo produto pode ser adicionado ao regime. Ao visar diferentes causas, como bactérias, obstrução dos poros, oleosidade e inflamação, essa abordagem dupla pode ser eficaz. 

É vital que o tratamento adicional contenha diferentes ingredientes ativos, como retinóides, ácido salicílico ou peróxido de benzoíla, para complementar o tratamento inicial. Esses ingredientes podem reduzir a oleosidade, a inflamação e desobstruir os poros, respectivamente, para combater a acne de maneira eficaz.

Siga as instruções fornecidas pelo produto dermatologista

Embora o tratamento da acne possa parecer simples, o volume e a frequência da aplicação tópica podem afetar significativamente a eficácia do tratamento, observa o médico. Portanto, é crucial seguir as instruções passadas pelo produto e os conselhos do seu médico.

Lave o rosto duas vezes por dia e depois de suor excessivo

 A pele sensível com tendência a acne requer cuidados delicados, o que significa que a lavagem excessiva pode irritar e piorar as erupções. Os dermatologistas, portanto, recomendam lavar o rosto duas vezes ao dia – uma vez pela manhã e outra antes de dormir. Lavagens adicionais só devem ser feitas após episódios de sudorese ou transpiração.

Use produtos de beleza que não causam acne

Segundo a dermatologista, a leitura da embalagem do produto é fundamental. Opte por rótulos que indiquem claramente propriedades não gordurosas, não acnegênicas, não comedogênicas e que não obstruem os poros.

Evite o desejo de pegar ou estourar quaisquer espinhas

Embora possa parecer o método mais eficiente para eliminar uma espinha, estourá-la apenas agrava a condição. Tocar, pegar ou espremer a espinha leva a um aumento da inflamação e deixa cicatrizes teimosas.

Evite esfregar a pele do rosto

 A pele sensível com tendência a acne requer cuidados extras, pois a irritação pode piorar as erupções. Ao limpar, lembre-se de ser gentil e evitar esfregar as mãos ou a toalha no rosto e no corpo durante a secagem. Assim, você mantém a Sua Vida Melhorada e aumenta a sua auto-estima.

Para melhores resultados, aplique o medicamento em toda a região afetada da pele, e não apenas nas erupções

De acordo com o dermatologista, se você aplicar uma camada fina na pele suscetível à acne, ela pode curar as erupções atuais e impedir as futuras.

Lave roupas, chapéus e qualquer item que entre em contato com a pele

O acúmulo de células mortas na sua pele, bactérias e até sujeira nas superfícies que estão em contato com a pele constantemente leva ao bloqueio dos poros. Para evitar isso, certifique-se de limpar com frequência tudo o que toca sua pele. É aconselhável trocar a fronha duas ou três vezes por semana e lavar os lençóis semanalmente para manter uma boa higiene.

Consulte um dermatologista para obter ajuda

Quando tudo mais falhar, um dermatologista pode fornecer assistência inestimável no combate à acne persistente. Com sua experiência profissional e acesso a tratamentos avançados, todos os casos de acne tem uma solução eficaz para ser aplicada. Um especialista em pele personaliza um regime de tratamento que atenda com precisão às necessidades específicas de cada paciente.

Importante lembrar que manter hábitos saudáveis, trocar o cigarro convencional por opções menos prejudiciais como o Ignite e não beber, também podem melhorar muito a aparência da sua pele.