7 de julho de 2022

Conheça 3 esportes para praticar ao livre na pandemia

Se tem uma coisa que nossa vida corrida e moderna vem mostrando é a necessidade de se preocupar com a saúde, como ao fazer esportes ou cuidar da dieta. 

De fato, se deixamos os dias nos arrastarem acabamos com um acúmulo de problemas.

De cara tem a questão do estresse e do desgaste emocional, que a própria correria e vida profissional acaba agravando. Por exemplo, ao considerar as exigências do trabalho em um escritório e  até mesmo o trânsito ou o transporte público.

Além de que nesse meio tempo geralmente a alimentação, o descanso e o sono ficam em segundo plano, criando uma verdadeira fórmula explosiva. 

Se não quebramos essa tendência e assumimos uma postura ativa, o problema só se agrava.

Na letra da lei há muitas coisas que uma empresa pode e deve fazer para evitar alguns desses problemas que impactam na saúde dos colaboradores. Como contar com mesas e cadeiras para escritório que sejam ergonômicas.

Esses equipamentos precisam ser aprovados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

Além de levarem em consideração todo o layout de uma empresa, das estações de trabalho e da função de cada colaborador, otimizando processos e ações diárias.

Contudo, mesmo assim, há toda uma margem de questões e fatores que não dependem da empresa, ou nem mesmo do médico que nós visitamos para fazer um check up

No fundo, depende apenas de nós e de nossa reeducação, como no caso do esporte.

Fazer exercícios é algo que realmente vai muito além de cuidar apenas da estética corporal, ou de passar um tempo fora de casa, ou ainda de convidar alguém para fazer um cooper apenas para conversar ou passar o tempo de algum modo.

Trata-se, realmente, de cuidar da própria saúde, o que por sua vez também vai além da obviedade de pensar no corpo e da importância de suar. 

Tem a ver igualmente com a saúde mental, com a autoestima e até em ficar sozinho consigo mesmo.

Hoje essa tendência tem crescido cada vez mais, como vemos na própria disponibilidade de produtos como squeezes para beber água, uniformes femininos ou masculino de corrida, e tantos outros artigos e itens que são indispensáveis para esse costume.

Também existem pesquisas que corroboram isso, como uma recente publicada pela própria Vigitel Brasil (que é a Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), mostrando uma curva positiva de mais de 30%.

Sendo assim, esse é o número de pessoas a mais que, no último período mensurado, começaram a se exercitar e fazer esportes em busca de uma vida mais saudável. Lembrando que um dos recortes que fazemos aqui é o da pandemia.

Quer dizer, em meio a tantos desafios da vida contemporânea e tantos outros aspectos que já referimos, surgiu ainda a crise da pandemia iniciada em 2021, que mudou consideravelmente o panorama dos esportes ao ar livre.

Eles continuam sendo possíveis e até mesmo indispensáveis, especialmente no sentido de que podem ajudar na produção de endorfina (que gera bem-estar) e Vitamina D, que ajuda e muito no tratamento ou prevenção contra a covid-19.

Só o que precisa ser frisado é a importância de usar dispositivos de segurança, ou seja, além daquela camiseta uniforme feminino (ou maculino) que você adora, use máscara e até álcool gel para desinfetar aparelhos públicos, como veremos.

É justamente, por isso, que achamos melhor desenvolver este conteúdo especial, trazendo em detalhes os 3 esportes mais indicados para praticar ao ar livre na pandemia, bem como a maneira de se proteger em cada um deles e tirar o melhor resultado.

Tratar desse tema, com esse recorte ou ênfase, também implica passar pela importância dos próprios exercícios físicos, quaisquer que sejam as circunstâncias em termos políticos ou pessoais, pois no fundo eles estão acima disso.

Da mesma maneira, também nos esforçamos por trazer exemplos sempre práticos e consideravelmente ilustrativos, pois assim qualquer um consegue entender do que estamos falando, de modo a realmente tirar o melhor proveito das dicas.

Como ao falar sobre aqueles famosos bebedouros escolares ou civis, que são instalados em praças e parques públicos, como ambientes perfeitos para os exercícios ao ar livre. Só que hoje eles pedem alguns cuidados de higienização.

Daí a necessidade de trazer exemplos reais. Portanto, se o seu maior interesse agora é realmente compreender a fundo quais são os melhores exercícios ao ar livre para fazer durante a pandemia, e seus benefícios, é só seguir até o fim deste artigo.

A importância e os cuidados

Antes de enumerar as dicas práticas, podemos aprofundar na importância de realmente fazer exercícios, indo muito além do que falamos antes.

Por exemplo, além de bem-estar e descontração, eles podem evitar até mesmo doenças cardiovasculares. 

Além de que os exercícios aeróbicos reduzem a pressão arterial, e igualmente, os riscos de médio prazo para o coração.

Também tem a questão do sono, que melhora consideravelmente, portanto, se você tem uma rotina puxada, como quem trabalha com tecnologia e com fibras óticas, não adianta tomar remédios, o melhor é exercitar-se.

Isso regula o sono e traz seus benefícios automáticos ou naturais, tais como:

  • Descanso;
  • Melhor respiração;
  • Concentração;
  • Memória;
  • Criatividade.

Sem falar, obviamente, na força muscular, que evita desde cãibras até envelhecimento dos músculos, tendões e tecidos, rejuvenescendo essas partes do corpo.

Outras vantagens ainda incluem melhora no humor da pessoa e portanto relações mais estáveis, tanto no sentido amoroso ou familiar quanto no profissional, e até o fortalecimento constante do famoso sistema imunológico.

Já os cuidados são, atualmente, de duas ordens. A primeira continua sendo o bom-senso de sempre se alongar e, mais importante ainda, consultar um médico e fazer um check up antes de começar qualquer bateria de exercícios ou esportes.

A outra ordem de contatos é a que citamos acima, por conta da pandemia. Dessas vamos falar uma a uma, pois depende muito de cada esporte praticado, dos elementos físico e interacionais que ele envolve.

Basicamente, o que não pode ficar de lado nunca é a máscara. Com o cuidado de que ela precisa ser de pano mais leve, como as descartáveis, para você conseguir respirar bem, ou o efeito pode ser contrário e você chegar até mesmo à vertigem ou desmaio.

Além disso, lembre-se de que você vai transpirar muito, então é preciso trocar a máscara sempre que ela estiver úmida, pela mesma razão dita acima, de sufocamento.

  1. Caminhada e corrida

Um dos esportes mais famosos, acessíveis e democráticos do mundo é a corrida, que exige muito pouco de qualquer pessoa que se interesse.

Sem esquecer, apenas, que isso não exclui a necessidade de consultar um especialista, passando pelo médico para fazer os devidos exames e entender os riscos implicados.

Às vezes o tênis ou a pisada errada é algo que pode ocasionar contusões e até mesmo fraturas bem graves. Ou mesmo uma simples camiseta ou bermuda mal escolhida, que pode trazer assaduras e um grande incômodo.

A regra é usar roupa leve, tal como um funcionário de uma empresa de limpeza costuma fazer, por saber que vai suar bastante e se esforçar com o corpo todo.

No tocante à pandemia,verifique apenas as regras que eventualmente a prefeitura de sua localidade tenha estipulado, pois elas podem variar conforme cada cidade ou estado.

Basicamente, o cuidado se concentra sobretudo na máscara e em manter a distância em relação a outras pessoas que estejam utilizando o mesmo espaço público.

Também pode haver restrição de horário em alguns locais, então vale a pena ficar de olho nisso. 

O mais importante é tirar proveito dos benefícios e não colocar ninguém em risco, a começar por você mesmo, mas não apenas.

Afinal, o covid-19 pode demorar até duas semanas para se manifestar, de modo que alguém pode transmitir durante todo esse tempo, sem saber que está contaminada.

  1. Vantagens de pedalar

Uma vantagem de pedalar é que você consegue fazer percursos maiores em tempo menor, então tecnicamente sua exposição é menor.

Além disso, você consegue tomar rapidamente uma rota de fuga caso encontre acúmulo indevido de pessoas. 

Entretanto, não se esqueça que o vírus não morre imediatamente no ar, então pode ser respirado por você.

A máscara é, nesse sentido, como uma tela de proteção para sacada, que protege mas não lacra totalmente a janela. 

Portanto, como você vai estar em velocidade maior, mas não usará tanto seus dotes aeróbicos, considere usar uma máscara mais forte.

  1. Pode jogar tênis?

Por fim, gostaríamos de entrar em temas ou esportes como o tênis, que alguns acham positivo por manter sempre uma distância considerável do oponente.

Outro exemplo seria o ping-pong, ou mesmo vôlei de quadra ou de praia. O problema é que a bolinha circula livremente entre as pessoas, e não dá para desinfetar a mão o tempo todo.

Sendo assim, o mais indicado é jogar sozinho, contra a parede, por exemplo. Alguns improvisam em casa mesmo um varal de paredes, caso queiram praticar o vôlei ou já façam isso e não queiram enferrujar.

Considerações finais

Resumindo, falar em esportes durante a pandemia do covid-19 pode parecer algo forçado, ou não faz tanto sentido, mas faz sentido redobrado até.

As vantagens biológicas e psicológicas são muitas, só o que se indica é que os cuidados referidos acima sejam levados sempre em conta, assim você fica com os benefícios dos esportes ao ar livre, sem correr riscos graves.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Direto da Redação

Tudo em Um é um portal de notícia conceituado e de muito valor agregado quando o foco é informar e compartilhar conteúdos de extrema qualidade informativa. Tenha certeza de que está no Portal de notícias certo para consumir conteúdo de qualidade.

View all posts by Direto da Redação →