28 de fevereiro de 2024

Chaves comuns e codificadas: como são produzidas e como fazer cópias?

As chaves são parte do nosso dia a dia, casa, carro e cofres, dependem delas para garantir o acesso. No entanto, para cada tipo de fechadura exige um modelo, que embora possa ser copiado, precisa de alguns cuidados específicos.

Para ter cópias de modelos comuns é bem fácil e simples, até mesmo em caso de perdas. Contudo, em casos de modelos codificados o processo de substituição envolve alguns passos a mais.

Saiba agora como funciona o processo de fabricação de cada chave e como sua cópia pode ser feita. Aproveite para conhecer mais as diferenças entre os tipos de chaves.

Como a chave comum é produzida?

A chave comum, também conhecida como chave simples, é um tipo de chave utilizada para abrir fechaduras, como as encontradas em portas residenciais, armários ou cadeados simples.

Sua fabricação tem como base um processo industrial que envolve diferentes etapas, entre elas, a primeira etapa é a escolha do material. A matéria-prima pode ser um metal adequado para a confecção das chaves como, por exemplo, o latão.

Depois é feita a moldagem e o corte, ela é moldada e cortada de acordo com o formato e o tamanho da chave desejada. Geralmente, são utilizadas máquinas específicas para realizar essas operações, como máquinas de estampagem ou fresadoras.

Então depois do corte as chaves passam por um processo de acabamento, no qual são polidas e lixadas para obter uma superfície lisa e livre de rebarbas. Isso ajuda a garantir um encaixe adequado na fechadura.

Antes de serem embaladas e enviadas para o mercado, as chaves passam por um teste de qualidade para garantir que funcionem corretamente. Esse teste envolve a inserção da chave em uma fechadura de teste para verificar se ela abre e fecha adequadamente.

Como fazer a cópia de uma chave simples perdida?

Para fazer uma cópia de uma chave há duas formas, a primeira é por técnicas de duplicação. Como elas não contam com um sistema avançado de segurança, como chips ou códigos codificados, o processo de cópia é bem simples.

Com uma máquina copiadora, é projetada uma cópia do formato da chave original em uma nova chave em branco. Isso é feito dos dois lados da chave até que ela fique igual a original.

O passo seguinte é o corte padrão da chave original na chave em branco, criando assim uma cópia exata.

No caso de uma chave perdida, com as ferramentas necessárias o chaveiro vai criar uma nova chave a partir da própria fechadura. Para esse serviço você pode buscar por um chaveiro são josé dos pinhais ou em qualquer outra região.

Por ser um processo bem simples, primeiro ele vai avaliar a fechadura para entender seu funcionamento e determinar o tipo de chave que precisa ser feita. 

Então a partir do modelo ele pode criar um molde ou realizar medições precisas para determinar as dimensões e formato corretos da nova chave.

Depois ele seguirá o processo de criação e seguirá com ajustes de moldagem e corte para garantir que ela se encaixe perfeitamente na fechadura, fazendo todo o acabamento.

Como é uma chave codificada?

As chaves codificadas são modelos que possuem um pequeno chip embutido, que fica na parte plástica da chave. Esse chip funciona armazenando o código eletrônico exclusivo do veículo.

Por isso, somente o dono da chave pode utilizar o veículo, sendo uma opção que vem aumentando cada vez mais na indústria automobilística.

No entanto, alguns problemas comuns no chip, problemas na bateria, dispositivos mal instalados, perda da chave codificada ou incompatibilidade entre a chave e o veículo, são bem comuns neste modelo de chave.

Por isso, quando acontece perda ou dano da chave, é preciso adquirir uma nova chave codificada, que terá um novo código único que será configurado no veículo.

Como o carro tende a funcionar apenas com sua própria chave, em caso de problemas, buscar ajuda especializada é essencial, não sendo possível fazer uma cópia da chave para evitar esses problemas.